If you intresting in sport buy steroids you find place where you can find information about steroids , also intresting stanozolol online

As diferentes funções dos rolamentos

rolamentos.jpgCom o tempo de uso, o sistema de freio sofre desgaste natural; por isso, é importante fazer a revisão nesse importante item de segurança

O rolamento é um mecanismo utilizado para guiar um movimento de rotação com a finalidade de reduzir o atrito de deslizamento e, dessa forma, diminuir as perdas de energia.

Considerado componente de alta precisão, deve ser manuseado com cuidado. Mesmo que sejam rolamentos de alta qualidade, a vida esperada e sua performance podem ser prejudicas se forem usados inadequadamente.

Existem vários tipos de rolamentos que possuem funções totalmente diferentes. Na parte de motor e acessórios elétricos, funcionam os rolamentos para polias e tensionadores, polias de compressores do ar-condicionado e para alternadores. Na área de transmissão, há modelos específicos. Sistema de direção e até embreagens possuem rolamentos.  Os mais conhecidos são os rolamentos de rodas que também são os que merecem muita atenção.

O uso de peças inadequadas e erros em sua montagem podem causar o desgaste prematuro dos rolamentos do alternador compacto, por exemplo. Apesar de apresentarem dimensões idênticas (diâmetro interno, externo e largura), a tecnologia aplicada é diferente, fato que implica diretamente na durabilidade da peça.

Como o rolamento está interligado com outras peças, é essencial escolher o modelo adequado para o tipo de veículo, garantindo o bom funcionamento do alternador. Além disso, o motorista deve evitar passar em enchentes e fazer a lavagem do motor do carro para não comprometer a vida útil da peça.

Outros cuidados também são importantes. Rolamentos convencionais não devem ser instalados em alternadores compactos, pois podem danificá-los prematuramente.  Mesmo que tenha as mesmas medidas, a peça inadequada pode causar o travamento do alternador, uma vez que pode haver diferença na folga interna do rolamento. O componente irá funcionar durante algum tempo, levando mais tarde a um prejuízo maior, tornando necessária a troca de todo o conjunto.

No caso de rolamentos das rodas, o cuidado deve ser redobrado. A instalação correta também está diretamente ligada à precisão, vida e desempenho da peça.

Os rolamentos de rodas dianteiros e traseiros ficam localizados dentro do cubo de rodas e atuam durante a movimentação do veículo. São peças que se desgastam com o tempo, têm durabilidade mínima de 40.000km. Claro que depende muito do jeito que o condutor dirige, tipo de solo e a manutenção de outros itens de suspensão e direção.

Aliás, fazer uma revisão periódica nos itens de segurança (pneus, freios e amortecedores) é de fundamental importância para manter o carro seguro.

Quando já passou da hora da troca dos rolamentos de roda, o motorista e seus ocupantes podem estar correndo sério risco. É que as rodas podem travar com o carro em movimento e provocar acidentes.

Por isso, é importante fazer a manutenção desses componentes que requerem cuidados especiais na troca. Os rolamentos de roda possuem uma construção extremamente complexa, tornando-se bastante sensível para evitar a entrada de umidade e lama.

Lembre-se de outro detalhe relevante: utilizar produtos de qualidade e que estejam de acordo com as especificações do veículo, além de proporcionar maior durabilidade da peça, garante a segurança do seu carro.

Existem no mercado produtos que são resultado de muitos anos de estudo e engenharia com tecnologia avançada, garantindo confiabilidade e segurança. No que se refere a rolamentos de cubo de rodas têm modelos de segunda e terceira geração, este último pode ser provido ou não de sensores para utilização em sistemas de freios ABS.

Portanto, quando o assunto é segurança no trânsito, não se brinca. Faça a manutenção de seu veículo em uma oficina de sua confiança.

Matérias relacionadas

Comentários

  1. Ola, pessoal gostaria de uma ajuda de vcs , estou querendo trocar os rolamentos de roda dianteira do corsa 96 , já ate tirei o do lado esquerdo, mas o do lado direito nao quer sair, será q tem algum segredo , ou é só bater um pouco para ele se soltar da homocinetica. será q alguem possa me dar uma dica se é só mesmo bater para sair a peça com o rolamento? desde ja antecipo agradecimentos.

    abraços aguardando ancioso,

    Francisco… BH MG

  2. viste no you tube o dr. carro

Faça um comentário