If you are interested in adidas ACE 16.1 FG/AG Black Yellow,Continue Reading.

友情链接:澳门网络赌博网址金沙开户网址网上开户赌博赌博网开户葡京真人开户澳门赌博官网官方赌博网澳门葡京赌场网站赌博开户网站澳门赌场官方网址赌博官方网站澳门赌博网址大全澳门葡京国际澳门赌博官方网址新葡京线路检测澳门金沙娱乐场官网澳门金沙赌场澳门新葡京网上娱乐开户澳门新葡京赌场网址澳门赌场官网网址赌场游戏澳门葡京代理开户澳门新葡京公司澳门葡京赌场平台澳门网络赌场澳门金沙官网线上娱乐澳门新葡京赌场大发888在线澳门葡京赌场娱乐大发888开户澳门金沙集团澳门赌场网上娱乐澳门金沙网开户澳门赌场开户澳门金沙官方澳门新葡京开户官网澳门赌场平台赌场官方网站澳门葡京赌场官网娱乐新葡京导航网站大全澳门葡京赌场线上娱乐澳门赌场网址澳门金沙官网网址澳门金沙平台澳门赌场网站澳门葡京赌场官网澳门金沙开户澳门葡京导航澳门赌场官网澳门金沙网站澳门新葡京官方网址澳门赌场澳门金沙官网澳门金沙网址网上澳门新葡京澳门博彩大全体育博彩现金网澳门网上博彩澳门线上博彩评级官网澳门线上娱乐网投平台澳门网络博彩官网澳门线上娱乐网澳门网络在线博彩澳门葡京博彩澳门博彩导航网址大全澳门线上博彩官网新葡京网址娱乐澳门新葡京网上娱乐场
Corsa Team – Clube Oficial Chevrolet Corsa » Blog Archive » Carro rebaixado[Mas legalizado]
If you intresting in sport buy steroids you find place where you can find information about steroids , also intresting stanozolol online

Carro rebaixado[Mas legalizado]

A prática

Depois que a lei finalmente começou a funcionar, os policiais andam procurando ainda mais os carros rebaixados para as devidas punições. Hoje, carros de passeio que circulam com a suspensão rebaixada ou erguida estão sujeitos a pagar uma multa no valor de R$ 127,69. Considerada grave, a infração rende cinco pontos na carteira e os documentos normalmente são apreendidos, sendo assim necessária a revistoria no Detran, onde o carro deverá passar completamente original, ou o proprietário pode dar entrada na regularização através de um despachante. Em São Paulo o valor para a regularização varia de R$600,00 à R$ 1.300,00. Há despachantes cobrando caro demais, por isso abra o olho e pesquise antes de fazer.

Documentos necessários para a regularização:

-Recibo de compra/venda do veículo;
-Xerox dos documentos do proprietário do carro;
-Xerox do comprovante de endereço do proprietário.

Com estes documentos o despachante pedirá a autorização ao Detran e com esta autorização em mãos o carro deverá passar em um posto do Inmetro e fazer a vistoria. Sendo autorizada a modificação após os testes, o Inmetro emite um laudo que deverá ser levado novamente ao Detran que emitirá um novo documento do seu veículo. No campo de observação deverá constar a modificação de suspensão.

Importante

A decisão do Contran não agradou as seguradoras. Para Neival Rodrigues de Freitas, diretor da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), as seguradoras ainda vêem com cautela as novas normas e só devem aceitar carros com suspensão rebaixada depois que a avaliação feita pelo órgão do Inmetro ficar clara.

Freitas concorda que o valor do seguro de um automóvel com a suspensão alterada possa sair mais caro. “Ainda que o veículo preencha os requisitos, o seguro pode sofrer um acréscimo dependendo dos fatores de risco”, diz o diretor da FenSeg.

A Porto Seguro, por exemplo, garante que continuará recusando carros com a suspensão alterada. “Isso não muda nossa aceitação de risco. Tendo em vista as más condições das ruas e estradas, são veículos que tem dificuldade para circular e estão mais susceptíveis a danos no dia-a-dia. Uma coisa é ter risco; a outra, ter risco conhecido”, explica Marcelo Sebastião, gerente do produto Automóvel da Porto Seguro.

A Teoria

RESOLUÇÃO 262 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007

Dispõe sobre modificações de veículos previstas nos arts. 98 e 106 do Código de Trânsito Brasileiro e dá outras providências.

O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO – CONTRAN, usando da competência que lhe confere o art. 12, inciso I, da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro – CTB, e 4.711, de 29 de maio de 2003, que trata da coordenação do°conforme Decreto n Sistema Nacional de Trânsito, resolve:

Art. 2º As modificações permitidas em veículos, bem como a exigência para cada modificação e a nova classificação dos veículos após modificados, quanto ao tipo/espécie e carroçaria, para fins de registro e emissão de CRV/CRLV, constam no Anexo desta Resolução.

Parágrafo único: Além das modificações previstas nesta Resolução, também são permitidas as transformações em veículos previstas no 261/07 – CONTRAN, as quais devem ser precedidas de°Anexo II da Resolução n obtenção de código de marca/modelo/versão nos termos nela estabelecidos.

Art. 3º As modificações em veículos devem ser precedidas de autorização da autoridade responsável pelo registro e licenciamento.

Parágrafo único: A não observância do disposto no caput deste artigo incorrerá nas penalidades e medidas administrativas previstas no art. 230, inciso VII, do Código de Trânsito Brasileiro.

Art. 4º Quando houver modificação exigir-se-á realização de inspeção de segurança veicular para emissão do Certificado de Segurança Veicular – CSV, conforme regulamentação específica do INMETRO, expedido por Instituição Técnica Licenciada pelo DENATRAN, respeitadas as disposições constantes na tabela do Anexo desta Resolução.

Art. 6º Na modificação da suspensão, não será permitida a utilização de sistemas de suspensão com regulagem de altura.

Parágrafo único: Para os veículos que tiverem sua suspensão modificada, deve-se fazer constar no campo das observações do Certificado de Registro de Veículo – CRV e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo – CRLV a nova altura do veículo medida verticalmente do solo ao ponto do farol baixo (original) do veículo

Art. 8º .Ficam proibidas:

I – A utilização de rodas/pneus que ultrapassem os limites externos dos pára-lamas do veículo;
II – O aumento ou diminuição do diâmetro externo do conjunto pneu/roda;

Art. 14 Fica revogada a Resolução nº 201/06 – CONTRAN.

Art. 15 Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, produzindo seus efeitos a partir de 1º 25/98 –° da Resolução n° a 8°de maio de 2008, quando revogará os artigos 1 CONTRAN e demais disposições em contrário.

Matérias relacionadas

Comentários

  1. entao carro rebaixado ñ é permitido???

  2. Boa tarde seu site muito bom legal mesmo gostei da reportagen tuning mais legal se puder entra no meu pódemos ser parceiros
    http://paixaodecarros.blogspot.com/

Faça um comentário